Make your own free website on Tripod.com
Ajuda aos Jovens
Associação de Amigos do Casarão

Home | O que é o Casarão | Apelo à Sociedade | Dossiê dos Excluídos | Famílias do Casarão | Oficinas e Associação | Carta ao Prefeito | Ajuda aos Jovens | Direito à Alimentação | Queremos Dignidade | Repes e Poesia | Programação | Notícias | Como Associar-se | Pontes com Entidades | Contate-nos

Maiza Sanchez da Rosa - família nº 7 - 16/12/2001

Nós moradores do Casarão gostaríamos de ter mais segurança aqui dentro. Queria obter mais ajuda para organizar a limpeza da frente do pátio, para poder controlar a entrada e a saída de quem não é morador do local. Aqui passam vários meninos de rua vítimas de maus tratos. A gente tenta buscar ajuda lá fora, mas nós somos vítimas de várias barreiras, como preconceitos por ser moradores de onde moramos. Gostaria de obter várias parcerias para melhor ficar o nosso local, onde a gente cria os nossos filhos. A gente quer segurança para o futuro de nossos filhos. Aqui é um lugar bom, pois é perto do Centro e temos acesso a tudo, pois não é um bairro afastado. Gostaria de fazer uma área de lazer, tipo quadra de esporte, vôlei, futebol. Gostaria de fazer uma praça para as crianças, arrumar a tela da cerca, plantar umas flores.

Mas é difícil ter ajuda, só crítica, ajuda são poucos os que oferecem. A gente quer melhorar a vida, ajudar as pessoas que moram aqui que são dependentes químicos. Muitos fogem nas drogas por não obter a ajuda que merecem, pois muitos são tratados como animal por mães ou padrastos, por mães que deixam de dar amor para os seus filhos, que trocam seus filhos por homens. Aqui acontece muita coisa que a sociedade não sabe. Eu gostaria de obter uma orientação para ajudar vários meninos, pois aqui vêm muitos meninos me pedir ajuda, pois todos me respeitam e me chamam de tia, mas são todos menores. Me informaram que posso ser acusada de receptadora de menores, mas o que eu só quero é ajudar, porque não tive uma infância assim e agora vivo bem no meio e vi como eles precisam de ajuda. Eu vejo muitos de braços cruzados, que não fazem nada para não sujar sua imagem. Aí eu faço a minha pergunta: quem vai ajudar os jovens que são o futuro do nosso país? Quero uma resposta.